quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Chanucá


Resultado de imagem para chanuca



"O óleo puro só bem ilumina quando ele não contém impurezas e quando o templo de nossas vidas está repleto de ideais superiores. A chamada festa das luzes deve servir de exemplo para todas as instituições da nação judaica de todos nossos lares, pois é uma luz que emana de um passado de lutas, de glórias e de fé de nossos ancestrais."

Chag Sameach

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Jerusalém Iluminada







Independente dos conflitos, anoitece na Capital de Israel e a cidade de Jerusalém mostra a sua nova iluminação.


Imagens de Nir Barkat - Prefeito de Jerusalém.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Documento Oficial dos EUA afirma Jerusalém Capital de Israel


O presidente dos EUA, Donald Trump, exibe proclamação que reconhece Jerusalém como capital de Israel nesta quarta-feira (6) na Casa Branca (Foto: Kevin Lamarque/ Reuters)

"Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (dia 6) que reconhece Jerusalém como capital de Israel e que pediu ao Departamento de Estado que inicie o processo de transferência da embaixada americana atualmente instalada em Tel Aviv para Jerusalém."


Finalmente. Em sua afirmação o presidente dos EUA dá por encerrada as incertezas sobre as considerações do país em relação a Israel e a Jerusalém. 

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

Embora esse reconhecimento venha a gerar polêmica e também a fúria da comunidade árabe, em documento oficial Trump reconhece o que todos nós já temos como certeza absoluta, que Jerusalém é a Capital eterna e indivisível de Israel.

O Governo e o exército israelense só precisa estar de prontidão para o que talvez venha a seguir: Uma sucessão de gestos e atitudes violentas por parte da comunidade árabe que não reconhece sequer Israel como uma nação e partidarismo de opositores ao bem estar do povo judaico. Mesmo que haja manifestações contra, acreditamos que essa atitude do presidente americano aconteceu em boa hora e trará mais benefícios do que se imagina. Aplausos ao presidente Trump.


the Dome of the Rock and Jerusalem's Old City December 4, 2017




Marion Vaz

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Aplicativo GoIsrael

GoIsrael

Lançado em 2016, GoIsrael  é o  aplicativo oficial do Ministério de Turismo que oferece acesso a todos os serviços turísticos em Israel, variedade de assuntos, informações sobre os hotéis e um mapa online que mostra o conteúdo por localização do usuário. E o melhor de tudo: É grátis.

  Go Israel: captura de tela

terça-feira, 21 de novembro de 2017

OS TÚNEIS DO MURO OCIDENTAL

Foto: túneis do muro ocidental, Ministério do Turismo


"O Muro das Lamentações - Muro Ocidental - é, de fato, um espetáculo impressionante, mas há algumas coisas sob a superfície que podem despertar maravilhas. Portanto, recomenda-se descer aos túneis do Muro do Oeste e ser exposto ao vasto mundo subterrâneo abaixo da Cidade Velha. Os túneis foram construídos durante o período Hasmoneu e conectaram a cidade com o Monte do Templo. Nos túneis você encontrará quartos de luxo, pontes, cisternas e uma pedreira. Além do seu valor turístico, os túneis do Muro Ocidental são considerados um dos lugares sagrados mais importantes graças à sinagoga local e à crença de que o Santo dos Santos estava no lugar durante o período do Segundo Templo."

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

100 anos da Declaração de Balfour



A imagem pode conter: 1 pessoa

Exatamente 100 anos após a declaração de Balfour, o Primeiro Ministro de Israel, o Estado que Theodor Herzl imaginou e tantas pessoas lutaram para estabelecer, teve o privilégio de falar em Londres.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, área interna   


sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Jerusalém também é um Um lar acolhedor para empresários



"... O projeto emblemático no campo da infra-estrutura é a entrada da cidade: um enorme complexo de empresas em cujo coração está sendo construída a rede de transporte mais avançada de Israel, com trens ligeiros, um trem rápido que liga as soluções de transporte ferroviário nacional e inteligente para aqueles que chegam a pé e de carro. 

Os novos edifícios, cerca de 1,6 milhões de metros quadrados de construção, irão abrigar cerca de 60 mil novos empregos e injetarão sangue fresco de crescimento econômico nas veias da cidade como um todo.

O povo de Israel é abençoado com empresários de primeira linha, com ideias criativas e capacidades de desempenho maravilhosas. Jerusalém hoje é uma casa acolhedora para esses empresários.

Como ex-empresário, exorto a nova geração de histórias de sucesso israelenses a serem parceiros nos sucessos de Jerusalém, a desfrutar de uma política municipal encorajadora e a participar do brilhante capítulo que estamos escrevendo hoje no livro dos dias da capital do povo judeu."

Nir Barkat - Prefeito de Jerusalém

ניר ברקת



quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Júbilo no Sucot

O duplo júbilo de Sucot

A Torá nos ordena sempre servir a D’us com alegria, particularmente em ocasiões festivas como o Shabbat e as datas sagradas. Mas também nos impõe estar especialmente alegres durante a festa de Sucot.


Ler mais em http://www.morasha.com.br/sucot/o-duplo-jubilo-de-sucot.html 

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Jerusalém em Cores nas mais variadas flores












Prefeito de Jerusalém, Nir Barkat, dá início ao projeto de embelezar a Capital de Israel com 53 mil flores. E olha o resultado!!!


Fonte  https://www.facebook.com/nir.barkat/?fref=ts

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Kiryat Arba é nossa e sempre será

Imagem relacionada

Dizer que a Unesco apagou a História ao declarar a cidade de Hebrom como patrimônio histórico e cultural palestino é quase que dar a tal organização um ar de superioridade. Kiryat Arba ou Hebrom está na história de Israel desde os primórdios dos tempos. Foi Calebe quem conquistou a cidade depois de recebe-la por herança eterna das mãos do próprio D-us (Js 15.13). A cidade que então era habitada por gigantes passou a ser a nossa em cumprimento a promessa do Eterno feita a Avraam, nosso patriarca,

Quem não conhece a história deste grande homem que saiu de Ur para habitar em Israel? Que caminhou por toda a terra em sua largura e comprimento para nos dar a noção de posse de todo o território. Sim, o próprio Abraão comprou a caverna de Macpela transformando-a num local de sepultamento para sua esposa Sarah e depois para si, para Isaque e Rebeca. Yaakov e Lea (Gn 49.30).

Sim, me parece óbvio que a Unesco não sabe nada dessa história ou de qualquer outra que envolva o povo judaico em seu território. Acha mesmo que uma simples declaração vai cortar os laços culturais, histórico e religioso entre Israel e Hebrom? Acha mesmo que nossos soldados e nosso povo vão sair correndo de lá? Para se ter um Patrimônio tem que ter uma História narrada através dos tempos. É isso nós temos. 


Prefeito de Jerusalém Nir Barkat em Hebrom

Alguns estão dizendo que a Unesco rasgou as páginas da Bíblia ou que está tentando reescrever a história, narrando fatos diferentes, criando mitos e heróis... Não me surpreende o fato da votação ter sido feita na Polônia em que milhares de judeus foram assassinados em Campos de Concentração durante a Segunda Grande Guerra Mundial. Então abrir as portas do país para uma votação como esta deve ser mesmo para ganhar pontos com o resto do mundo que não tem o menor respeito pelo povo judaico! Mas não se vangloriem pelo sucesso de tal feito diplomático, os dias de glória estão no fim... Afinal D-us não se deixa escarnecer... Faraó que o diga... Tito... E também aquele que não é digno sequer que seu nome seja pronunciado... Impérios vem e vão, Governos se levantam e caem, Organizações duram por um pouco de tempo e puf... É a ordem natural das coisas...

Mas a História de verdade é feita por homens e mulheres de caráter, cheios de convicção para o bem, pessoas que nascem grandes ou tem a grandeza imposta a si diante das situações que enfrentam, Não por um grupinho de gente que quer apenas projeção na Mídia, pessoas que se levantam pra cair... 

Aplausos ao Governo Israelense que cortou cerca de 1 milhão de dólares de seus subsídios à ONU para investir em projetos na própria cidade de Hebrom. 


Marion Vaz




quarta-feira, 14 de junho de 2017

Mulher despida profana a área próxima ao Kotel



Mulher anda na praça do Kotel completamente despida indo na direção do local reservados para as orações dos judeus, Houve tumulto e choro de pessoas que estavam ali e se assustaram com a cena. A mulher foi detida para averiguações e teve o corpo coberto com um xale. Não se sabe ao certo o motivo de tal violação do recinto sagrado do povo judaico, mas os pais da moça afirmaram que ela sofre algum tipo de doença.