segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Sukkot


"A Mitzvá de habitarmos a Sucá nos ensina a confiar em D'us. Todos nós temos a tendência a pensar que nossas posses, nosso dinheiro, nossos lares ou nossa inteligência nos protegerão. Na Sucá estamos expostos à natureza, numa cabana temporária. Viver numa Sucá coloca a vida em sua verdadeira perspectiva. Nossa história tem provado isto. Nossa fé precisa ser somente em D'us. "


sábado, 15 de outubro de 2016

Decisão da ONU desrespeita o Povo Judaico


Quem tem direito sobre Jerusalém? É uma pergunta capciosa, mesmo porque a resposta é óbvia - O povo judaico. 

Mas para criar mais uma polêmica e se manter em evidência no cenário mundial a ONU - Organização das Nações Unidas, que tem um papel relevante em muitos e importantes casos, "resolveu" esta semana que o povo judeu não tem "laços" com a cidade de Jerusalém e o Monte Moriá, que é o Monte do Templo. Para isso contou com a aprovação de 24 países que optaram em favorecer uma resolução proposta pelos palestinos negando qualquer ligação entre os judeus, Jerusalém, Monte do Templo e Muro ocidental.

É uma coisa meio que idiota mesmo! Porque para tal decisão tem que se negar o contexto histórico em que o povo judaico está inserido, negar a veracidades dos fatos históricos que estão em todos os livros, desrespeitar a Palavra de D-us que contém a história de todos os personagens hebreus e judaico. Não é apenas uma simples implicância com Israel dizendo vamos tirar deles todos os direitos sobre seus locais sagrados, sobre a cidade de Jerusalém, sobre o Monte Moriá em que foram construídos o Primeiro e o Segundo Templo e até sobre o Muro Ocidental. Vamos votar para entregar tudo aos palestinos! Como afirmou o próprio Netanyahu, Primeiro Ministro de Israel: Eles nunca leram a Bíblia.

É óbvio que a ONU perdeu seu senso de justiça, seu status credibilidade de Organização de Nações Unidas! Unidas em que? Pergunto. Tanta gente morrendo de fome e eles preocupados em perturbar a paz no território israelense.

Porque é óbvio que tal decisão vai provocar um confronto e acirrar ainda mais os problemas que envolvem palestinos e judeus residentes em Jerusalém. parece mesmo que é isso que desejam a fim de que, quando Israel se defender e é claro alguns civis sofreram danos, o mundo possa criticar as ações de Israel.


Yom Kippur - 2016

De uma forma bizarra, o documento apresentado pelas Autoridades Palestina indica que o Muro Ocidental - Kotel - passe a se chamar Al-Buraq Plaza (Buraq é o nome de um cavalo alado que levou Maomé até Jerusalém) e que tenha um acesso ao local pela porta de Mughrabi - Aprovar isso é realmente uma provocação. 

Desde a Era Bíblica Israel vem sofrendo esse tipo de intervenção. Já no livro de Neemias, ao entrar na cidade na intenção de reedificar os muros e portas de Jerusalém, estruturar a cidade que estava desolada, Neemias foi contrariado por um grupo que podemos denominar "Sambalates e Tobias". Respondendo a afronta, Neemias não se intimidou e proferiu estas palavras: "O D-us dos céus é o que nos fará prosperar e nós, seus servos, nos levantaremos e edificaremos Jerusalém; mas vós não tendes parte, nem justiça, nem memória em Jerusalém (Neemias 2.20).











terça-feira, 11 de outubro de 2016

Iom Kippur


רחם עליי, הו אלוהים, על פי החסד עמך :. פי הריבוי במכרז עמך החסדים ימחה העבירות שלי לטהר אותי ביסודיות עון שלי ולנקות אותי מהחטא שלי
תהילים 51


"Compadece-Te de mim, ó D-us, segundo a tua benignidade; segundo a multidão das tuas misericórdias apaga as minhas transgressões. Limpa-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado"
Salmos 51

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

O último adeus a Shimon Perez









No Monte Herzl, o ex presidente do Estado de Israel, Shimon Perez, foi sepultado numa honrosa cerimônia. Que sua alma descanse em paz pelo muito que fez ao seu país.


Adeus amigo da paz, adeus amigo de Israel

(Um minuto de silêncio)

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Tributo a Shimon Perez


Descanse em paz nosso querido e amado Shimon Peres.
1923 - 2016

"Shimon dedicou sua vida para a nossa nação e para a busca da paz. Ele pôs seu olhar sobre o futuro. Ele fez muito para proteger o nosso povo. Ele trabalhou nos seus últimos dias em função de paz e um futuro melhor para todos.

Como presidente de Israel, shimon fez tanto para unir a nação. E a nação o adorava. Poucas pessoas contribuíram tanto para o nosso povo e para o nosso Estado.

Eu conheci shimon há 40 anos. Eu nunca vou esquecer o calor Shimon me mostrou, meu irmão e meus pais em nosso grande momento de dor.

Apenas alguns dias atrás na ONU, desejei a Shimon uma rápida recuperação junto com os corações de todos os israelitas e tantos ao redor do mundo. Todos rezamos para que Shimon, com sua força ímpar, seu único vigor, de alguma forma pudesse sair disto, de alguma forma volta para nós. A minha profunda tristeza, esta oração não foi respondida.

Agora Shimon Peres partiu de nós. Mas ele nunca vai partir de nossos corações e das nossas memórias.

Seu nome será para sempre gravado na história do renascimento do povo judeu, como um dos nossos grandes líderes, como um dos pais fundadores do Estado de Israel."


Palavras de Benjamin Netanyahu - Primeiro Ministro de Israel

quinta-feira, 8 de setembro de 2016