sexta-feira, 20 de maio de 2016

Le´Chaim - À Vida

Lindo Texto

"... Segundo Shimon Peres, “Israel deve continuar sendo uma terra para a esperança e não para o medo”. Foi esse o espírito que norteou a sua criação, iniciada pelos ideais e as mãos de jovens imigrantes europeus, que resolveram que era chegada a hora de voltar e se reunir com a população judaica daquele pedaço de mundo e juntos construírem um Lar Nacional Judeu. Passaram para a história com o nome de “chalutzim”. Uns secavam os pântanos e debelavam as endemias, outros pegavam em armas. Outros tantos se movimentavam na arena política, buscando o reconhecimento de suas legítimas aspirações. A terra prometida, onde deveria jorrar o leite e o mel, era, na verdade, inóspita e cercada de inimigos, revelando-se um desafio para os que insistiam em seu estabelecimento. Passados 68 anos de existência, intensos, em todos os sentidos, Israel, contrariando todos os prognósticos, continua sendo um centro de absorção de novos imigrantes, se destacando,ultimamente, entre eles: franceses, ucranianos, brasileiros e americanos..."
De Sarita Schaffel - Leia mais no link http://nosso.jor.br/lechaim-a-vida/

Jerusalém 360°




A novidade da hora: Imagens de Jerusalém num plano de 360° podem ser vistas pela câmera do Inbal  Hotel em qualquer horário do dia ou da noite. Fiquei maravilhada. 

Parabéns ao hotel pela ideia. É só clicar bo link abaixo



quarta-feira, 4 de maio de 2016

HaShoá



Oração em memória aos que morreram no Holocausto. 


Possa D'us se lembrar das almas de todas as comunidades de Israel na Diáspora europeia que foram sacrificadas no altar durante os anos do Holocausto (1939-1945): seis milhões de homens e mulheres, crianças e jovens, crianças, e velhos que foram cruelmente assassinados em massa, assassinados em suas moradias, em suas cidades, e nas florestas e aldeias. 


As vítimas foram levadas, como ovelhas para a matança, para campos de concentração onde morreram assassinados, queimados nos fornos dos terríveis campos de destruição na Alemanha e Polônia, e no resto dos países ocupados, nas mãos dos assassinos e seus aliados, os quais decidiram aniquilar, matar, e destruir totalmente o Povo Judeu, apagar da memória o Judaísmo, e apagar os vestígios do nome de Israel. 


D'us da vingança, Juiz da Terra, lembre-se dos rios de sangue que foi derramado como água, do sangue de pais e filhos, mães e lactentes, dos rabinos e de seus alunos, e devolva para os opressores setenta vezes mais sofrimento do que eles infligiram. 


Não silencie o grito de "Shemá Israel"...


Fonte http://www.netjudaica.com.br/#

Torre de Davi